É por estes motivos que acordamos com remela nos olhos

A primeira coisa que a maioria das pessoas costuma fazer ao acordar é, possivelmente, verificar as notificações no celular e, em seguida, limpar os acúmulos de remelas que se formou ao longo de uma noite de sono. Mas, como exatamente elas se formam e por qual motivo?

1

Conforme relatado pela BBC Future, tudo começa com as lágrimas – ou mais precisamente o filme lacrimal que reveste os nossos olhos. Nos mamíferos, os olhos são revestidos em um filme lacrimal de três camadas, para ajudar no bom funcionamento ocular.

A primeira, mais próxima do olho, é chamada de camada de glicocálice – composta principalmente de muco. Ela reveste a córnea e atrai a água, o que permite a distribuição uniforme da segunda camada: uma solução de lágrimas à base de água. Ela pode até possuir quatro micrômetros de espessura – quase tão fina quanto um fio de teia de aranha – mas é muito importante. É ela que mantem os olhos lubrificados e afasta potenciais infecções. Por fim há uma terceira e última camada exterior composta de uma substância oleosa chamada meibum – produzida na glândula meibomiana e feita de lipídios, como os ácidos gordos e o colesterol.

Assim, essa substância, presente apenas no corpo dos mamíferos, quando em contato com a temperatura normal do corpo humano, torna-se um líquido claro e oleoso. Quando esfria, endurece, virando aquela cera sólida (ou cremosa) que popularmente chamamos de ‘remela’. Elas se solidificam no sono por algumas razões: Em primeiro lugar, enquanto dormimos o corpo tende a esfriar um pouco. Assim, conforme a meibum vai saindo pelos olhos, acaba entrando em um ponto de solidificação que as deixam sólidas. Em segundo lugar, de acordo com oftalmologista australiano Robert G. Linton, “dormir relaxa a ação muscular sobre os ductos das glândulas [meibomiana]” o que é suficiente para que elas escorram para os cílios ou canto dos olhos durante o sono.

Em outras palavras, durante a noite, nossos olhos são revestidos com mais meibum do que o habitual – e por isso, quando essa substância se esfria, podemos acabar com quantidades consideráveis ​​de ‘remelas’ nos olhos. Contudo, de acordo com o especialista, essa substância é muito importante para a saúde dos olhos, já que ela retém a umidade e impede que lágrimas caiam constantemente pelo nosso rosto.

Vimos em: jornalciencia.com

Comentar