Estas 16 pessoas viram coisas que nenhum ser humano quer ver

Hoje, todo mundo pode tirar fotos com um celular e a internet está cheia destas imagens: gatos, cães, selfies e até mesmo comida têm direito a serem registrados e depois publicados nas galeria infinitas do Instagram. Porém, em algumas destas fotos, você percebe de imediato que histórias inimagináveis e, muitas vezes terríveis, estão por trás delas. Como diz o ditado popular: “Uma imagem vale mais do que 1000 palavras”.

Nguyen Thi Ly: Esta menina de 9 anos ficou deformada devido aos efeitos do “agente laranja” (mistura de dois pesticidas), um agente químico que os Estados Unidos usaram na guerra do Vietnã. O objetivo do ataque era eliminar as folhas das árvores e a colheita do inimigo. Porém, muitas pessoas foram afetadas por este veneno. Segundo dados oficiais, pelo menos 4,5 milhões de vietnamitas e 2,5 milhões de veteranos americanos tiveram a saúde afetada.

1

Omayra Sánchez: Omayra (28.08.1972 – 16.11.1985) era uma menina que vivia em Armero, na Colômbia, quando morreu. A garota de 13 anos foi vítima da erupção do vulcão Nevado del Ruiz. Enormes rochas vulcânicas, combinadas com gelo, rolaram montanha abaixo matando quase 25 mil pessoas. Armero e 13 outras aldeias ficaram completamente destruídas.

Omayra ficou presa entre pedaços de rocha. Ela passou 3 dias semi-imersa na água. Sua provação horrível foi documentada e a menina, inicialmente calma, foi chegando a um estado de pura agonia. Entretanto, sua coragem e dignidade impressionaram os jornalistas e voluntários que acompanharam tudo e fizeram o possível para ajudá-la. Infelizmente, eles não conseguiram liberá-la das rochas e tiveram que assistir enquanto Omayra morria lentamente. Sem poder fazer nada, as pessoas tentaram tornar seus últimos dias um pouco menos desconfortáveis. Após 60 horas, ela faleceu devido ao frio e à seus ferimentos. A garota virou um símbolo daquela tragédia. Embora nenhum resgate oficial tenha chegado até Omayra, vários voluntários tentaram ajudá-la, mesmo sem ter as ferramentas adequadas.

2

Diego Frazão Torquato, de 12 anos, toca violino no funeral de seu professor de música que o ajudou a sair da pobreza.

3

Este homem norte-coreano acena para seu irmão sul-coreano, após um reencontro de famílias negociado entre estes dois países inimigos. Os idosos passaram décadas sem poder se ver.

4

O olhar gelado do nazista alemão Joseph Goebbels, quando ele descobre que o fotógrafo é judeu.

5

Yukio Araki: Estes cinco adolescentes japoneses têm entre 17 e 19 anos. O mais novo, Yukio Araki, tem 17 anos e segura um cachorrinho. Ele é o mais jovem piloto kamikaze. Um dia depois que esta foto foi tirada, Yukio morreu em um ataque suicida a navios próximos de Okinawa, no sul do Japão, durante a Segunda Guerra Mundial. Em uma de suas últimas cartas, ele pede desculpas a seus pais por não ser um bom filho e pede a seus irmãos mais novos para se empenharem na escola.

6

As cicatrizes desse menino de Ruanda, após ter sido salvo de um campo de extermínio, são assustadoras.

9

Refugiados judeus caminhando em direção às tropas aliadas durante a Segunda Guerra Mundial. Neste momento, eles tinham acabado de perceber que haviam sido libertados do trem que os levaria à um campo de concentração nazista. Abril de 1945.

77

Tirada em Nova Deli, Índia, esta foto mostra a pobreza de muitos dos habitantes desta cidade.

7777777777777

Homens aprendendo sobre como usar um preservativo em um mercado aberto em Jayapura, Papua Nova Guiné.

44444444444444444

Estádio de Hillsborough: O pânico irrompe durante um jogo de futebol entre os times Liverpool e Nottingham Forest, no dia 15 de abril de 1989, em Sheffield, Inglaterra. 96 pessoas morreram e 766 ficaram feridas. Este ainda é considerado um dos incidentes mais terríveis da história do futebol em todo o mundo.

222222222222

Batalha de Flers-Courcelette: Um soldado traumatizado pela Batalha de Flers-Courcelette, durante a Primeira Guerra Mundial, em setembro de 1916. Este trauma foi descrito como “neurose” e ocorre porque os soldados são constantemente bombardeados e expostos à morte. Ele aciona um desamparo interno que leva a pessoa a entrar em pânico e, eventualmente, a perder a capacidade de dormir, andar, falar ou mesmo de pensar com clareza. Numa fase final, o soldado perde todo o auto-controle.

414141

A última coisa que essa garota enxergou era mais brilhante do que mil sóis: ela viu um flash no céu quando a bomba atômica de Hiroshima explodiu. O preço foi alto e ela ficou cega.

12121212

O último judeu de Vinnitsia: Esta imagem foi encontrada num álbum de fotografias de um soldado alemão. Ao lado da foto estava escrito: “O último judeu de Vinnitsia, 1941.” Todos os 28.000 judeus de Vinnitsia e dos arredores foram massacrados.

11111111111111111111111111111111111

Esta foto é conhecida como “O menino com os olhos azuis da safira”. Na primeira vez em que ela foi apresentada publicamente, muitos acreditavam que a imagem tinha sido alterada no computador. Porém, mais tarde foi descoberto que o rapaz sofria de Albinismo Ocular Tipo 1, uma doença que afeta apenas os olhos.

4eeee

O menino desta foto se chama Ahmed e ele é um pequeno rebelde sírio. Algo em seu olhar vazio narra os horrores que ele já viu, coisas que nenhuma criança de 8 anos deveria presenciar.

110100000

Bibi Aisha: Esta menina tem 18 anos. Aos 12, seus pais lhe entregaram ao talibã como pagamento por um membro da família ter matado um dos homens desta milícia. Bibi foi forçada a se casar aos 14 anos e acabou vítima de um marido violento, que a espancava diariamente. Quando ela finalmente conseguiu escapar, foi pega pela polícia e trancada numa prisão. Em seguida, sua própria família a devolveu para seu marido. Como punição por fugir, seu nariz e orelhas foram cortados e ela foi abandonada para morrer. Os militares americanos e uma organização de caridade encontraram a jovem e a levaram para os Estados Unidos, onde seus ferimentos foram tratados. Este era o estado do seu rosto:

000000000000

Estas imagens são tocantes, mas no entanto, elas são importantes pois registram os horrores que a humanidade é capaz de cometer. Para as gerações vindouras, cada foto destas deveria servir de alerta para que tais fatos não se repitam. Compartilhe estas fotos e mantenha estas memórias vivas.

Vimos em: naoacredito.com.br

Comentar