Isto é o que acontece quando você engole chiclete

Você deve ter ouvido isso quando criança: Engula um chiclete e ele vai ficar preso em seu estômago por sete longos anos. Mas o que a ciência tem a dizer sobre isso? Reactions, um canal do YouTube da American Chemical Society, traçou os passos que o chiclete engolido faz em nosso sistema digestivo para descobrir que, embora pedaços do chiclete que engolimos pode sobreviver à digestão, “não significa que a goma que você engoliu na escola ainda está em seu estômago.” Ufa.

1

Acontece que há três componentes básicos da digestão: O primeiro inclui os processos mecânicos que são necessários para processar a sua comida quando você a engole, isto é, a mastigação. O segundo centra-se nas enzimas ou proteínas em sua saliva e no estômago que ajudam a quebrar esse alimento. Por último, mas não menos importante, estão os ácidos, que dissolvem o que sobrou do alimento para confortavelmente passar para o intestino.

Tradicionalmente, quando você come, seus dentes e língua trabalham juntos para mastigar a comida em pedaços pequenos. Em seguida, seus movimentos musculares empurram o alimento através do trato digestivo até que seja enviado para o estômago e misturado com os sucos digestivos.

Enquanto isso está acontecendo, as enzimas na sua saliva, suco gástrico, e intestinos conduzem processos químicos que permitem converter os alimentos em nutrientes que seu corpo pode usar.

Em seguida, os ácidos no estômago começam a trabalhar, dissolvendo o que restou da comida em um mingau que seu corpo pode confortavelmente passar para o seu intestino e, eventualmente… descarte.

Mas a goma não é projetada para ser facilmente digerida pelo seu corpo como um alimento comum. Isso porque ele contém tanto uma base de borracha natural ou sintética, que é o que lhe confere a sua consistência pastosa. A borracha butílica, comumente usada na goma (bem como pneus e bolas de basquete!), é uma borracha sintética que lhe confere uma mastigabilidade ideal.

Você provavelmente já percebeu que a goma não é afetada pelo esmagamento dos seus dentes. Então, quando você engole o chiclete, ele se move através de seu aparelho digestivo até seu estômago como um pedaço gigante e resistente.

Enquanto suas enzimas são capazes de quebrar os hidratos de carbono, óleos e álcoois presentes no chiclete como fariam com qualquer alimento comum, a base de borracha na goma é basicamente imune a essas enzimas.

Nem mesmo os ácidos no estômago não são páreos para esta base de borracha. (Lembre-se que a borracha é tão resistente que podemos usá-la em luvas de proteção.) Como resultado, parte da sua goma sobrevive a todas as tentativas de seu sistema digestivo em dissolvê-la.

Mas assim como um monte de outras coisas que você come, como sementes de girassol ou milho, a goma que você engoliu é forte o suficiente para resistir a seus processos digestivos, mas não pode resistir a seus músculos trabalhando intensamente para conduzi-la até seu intestino, onde ela deve sair dentro de alguns dias.

Vimos em: misteriosdomundo.org

Comentar