Um casal nunca deve fazer nenhuma dessas 8 coisas na frente um do outro, muito menos de outras pessoas!

Apesar da cumplicidade e intimidade propiciadas pelo casamento, ainda assim há coisas que cônjuges não deveriam fazer um diante do outro, afinal elas arruínam o suspense e o mistério que ajudam a alimentar e apimentar a relação.

Confira a lista das oito coisas a evitar na frente de seu marido ou mulher.

1 – Tirar sujeira do nariz: É um hábito nojento. OK, é algo que todo ou quase todo mundo faz, seja por necessidade ou vício, mas não quer dizer que tenha que ser feito na frente do cônjuge. Certamente não deve ser.

2 – Apertar cravos e espinhas: Outro hábito nojento. Só porque ele é seu cônjuge não quer dizer que eles tenham obrigação de ficar os fluidos que escapam das costas, testa, etc. Estraga o charme do relacionamento.

3 – Ficar falando dos relacionamentos passados: Acaba fazendo com que o parceiro se sinta comparado com os casos passados. Para que isso seja mencionado e vire argumento no calor da hora durante as brigas, é só um passo. O lugar do passado é no passado.

4 – Ficar se coçando: Segure-se até estar fora das vistas dele/dela. Se se tornar uma constante a coceira, procure um médico para entender qual a origem do problema e como combatê-lo.

5 – Ficar usando o fio dental ou tentar tirar comida dos dentes por outros meios: Higiene mental é um assunto melhor deixado na esfera privada, certo? Não há razão para ficar cutucando os dentes na frente do cônjuge.

6 – Tossir, espirrar, etc. sem cobrir a boca antes: É o mínimo de educação que se deve a estranhos, quanto mais a um cônjuge. Ande sempre que possível com um lenço no bolso, especialmente se estiver gripado ou com alergia. É uma demonstração de respeito pelas outras pessoas. Ninguém quer um banho de saliva e vírus.

7 – Mastigar de boca aberta: Outra coisa que cai na rubrica “demonstrações básicas de respeito que devemos até a estranhos”. Não há razão para homens não continuarem cavalheiros e as mulheres não continuarem damas depois do casamento.

8 – Depilação: De modo geral, não há razão para o homem ter que se confrontar com a mulher se depilando ou a mulher se defrontar com o homem se barbeando. É um dos casos em que um pouco de mistérios faz bem para a relação.

Comentar