Pessoas realmente felizes não exibem o relacionamento no facebook

Vivemos numa época estranha, na qual uma atualização de status na Internet às vezes significa mais do que aquilo que acontece na vida real. As pessoas têm prazer em “avaliar“ a vida de amigos e conhecidos com seus ”curtir”, vendo as fotos e publicações mais recentes. E, frequentemente, se equivocam.

1

Quando as pessoas estão felizes numa relação, vivem o aqui e o agora. Se, na vida real, tudo anda bem, simplesmente não tem sentido gastar tempo online para escrever publicações para demonstrar o quanto você é feliz com o parceiro.

Qualquer casal que torna públicos todos os seus desentendimentos e diferenças, ganha absolutamente nada com isso. Falar de seus problemas nas redes sociais é a pior maneira de tentar resolvê-los. O enfoque pode até agravar o conflito.

A felicidade consiste em, simplesmente, estar numa boa sintonia com seus entes queridos, não em estar publicando novas provas de amor em seu perfil.

Você não precisa demonstrar nada a ninguém. As pessoas não precisam se usar mutuamente para expor o quanto são felizes e queridas. Elas formam um casal porque querem, não porque é socialmente aceitável estar num relacionamento. Mas é claro que cada um decide se mantem sua vida na esfera privada ou se a torna pública.

E o mais importante: Pesquisadores descobriram que as pessoas que não usam redes sociais são, de maneira geral, mais felizes, porque não se comparam constantemente com seus companheiros ou amigos que parecem ser mais felizes que você. Muitas vezes, esquecemos do que realmente importa: a vida real, os relacionamentos e os sentimentos, e não a busca por reconhecimentos efêmeros nas redes.

Lembramos que o comparativo da pesquisa não exprime algum tipo de ideologia ou apologia a tal tema de responsabilidade do site, estamos apenas reproduzindo um conhecimento científico.

Vimos em: meapaixonei.com.br

Comentar